sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Cesaria Evora pendurou os sapatos


Após vários anos a cantar e a encantar o mundo com a sua voz, a diva dos pés descalços abandonou os palcos. 
Uma noticia que deixa triste os seus fãs que tem vindo a acompanhar a cantora cabo-verdiana. Segundo a promotora Tumbao, que representa a artista: "apesar da tristeza de Cesária, que não queria abandonar os palcos, por conselho médico vê-se forçada a isso".

Os concertos que a cantora tinha agendado já nao vao ser realizados


O anúncio do fim da carreira de Cesária Évora está a ser amplamente noticiado em França, país que a cantira cabo-verdiana adoptou como seu. A edição online do jornal Le Monde dedica-lhe dois artigos de fundo, que pode ler AQUI e AQUI.


Cesária Évora, que fez 70 anos a 27 de Agosto, chegou há alguns dias a Paris "num estado debilitado", tendo os médicos que a seguem naquela cidade "imposto que anulasse a próxima digressão".

A mesma fonte, afirmou que, "apesar da tristeza de Cesária, que não  queria abandonar os palcos, por conselho médico vê-se forçada a isso".

Natural do Mindelo, onde nasceu a 27 de agosto de 1941, Cesária Évora  é considerada a "embaixadora da morna", música que transmite a melancolia  das ilhas cabo-verdianas, tendo já editado 24 discos, entre originais, ao  vivo e em parceria com outros artistas de vários países. 
A 10 de maio do ano passado, Cesária Évora foi submetida a uma cirurgia  de urgência ao coração, em França, onde permaneceu um mês em recuperação.
A 16 de junho desse ano, a cantora tornou a Cabo Verde e à cidade onde  nasceu, a 27 de agosto de 1941, para "descansar" e para que os cabo-verdianos  vissem que estava bem, disse na altura.  
Pouco tempo depois, tornaria a cantar com os seus músicos habituais  e a preparar um novo disco de originais. 
B. Leza  e Manuel de Novas, compositores cabo-verdianos  já falecidos -- são os autores de temas já gravados, assim como Teófilo  Chantre, com quem Cesária Évora gravou um dueto no seu último registo discográfico,  um álbum de duetos. Os arranjos musicais são de Fernando Andrade. 
 E apesar de este trabalho não ter data certa para sair, deverá ser lançado  "talvez em 2012" -- referiu a cantora declarações à Lusa no mês passado.

Fonte: Lusa e SIC Noticias