sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Vote no Pedro Pires para personalidade do ano 2011 em Africa

A revista Forbes África acaba de publicar a lista de cinco personalidades que poderão vencer o "Prémio Personalidade do Ano 2011": Wangari Muta Maathai, Aliko Dangote, Ellen Johnson Sirleaf, Sanusi Lamido Sanusi e o cabo-verdiano Pedro Pires.

Wangari Muta Maathai foi a primeira mulher africana a vencer o premio Nobel da Paz em 2004 no âmbito da sua politica em prol do meio ambiente. Morreu em Setembro vítima de cancro.

Na década de 1970, fundou o movimento do Cinturão Verde Pan-africano (Pan-African Green Belt Network), no Quénia, uma iniciativa que plantou 30 milhões de árvores.


Aliko Dangote é empresário da Nigéria e é Presidente do Grupo Dangote, tem negócios na Nigéria, Gana, Benin e Togo, é a pessoa mais rica do continente africano, com uma fortuna estimada em 13.8 biliões de dólares.




 

Ellen Johnson Sirleaf, a Presidente da Libéria e uma das vencedoras do Prémio Nóbel da Paz 2011. Sirleaf foi a primeira mulher eleita chefe de estado de um país africano.





Sanusi Lamido Sanusi é o Governador do Banco Central da Nigéria. Devido ao seu papel desempenhado no sector bancário venceu dois prémios: Governador do Banco Central do Ano e Governador do Banco Central para África Sub-sariana.





Pedro Pires foi o vencedor do prémio Ibrahim que reconhece e premeia a excelência na liderança africana. O prémio é atribuído a um ex-Chefe de Estado de um governo africano eleito democraticamente, que tenha cumprido o seu mandato constitucionalmente definido e cessado funções nos últimos três anos. O Prémio Ibrahim consiste em 5 milhões de dólares, entregues ao longo de 10 anos e mais 200.000 dólares por ano, até ao fim da vida.



A equipa da Forebes Africa construiu uma longa lista mas depois reduzira-no aos cinco melhores. O premio distingue o “indivíduo que, para o melhor ou pior, tenha tido a maior influência nos eventos" no continente africano neste ano que esta prestes a terminar. A escolha do publico representa vinte e cinco porcento do peso.

Cabo-verdianos e não só depois de conhecerem um bocado de cada um dos candidatos apelo o vosso voto no ex-presidente da Republica de Cabo Verde.

Fonte: Daivarela e Sapo.cv