quinta-feira, 1 de julho de 2010

Copa do Mundo da FIFA Alemanha 1974


DADOS
·         Equipas: 16
·         Quando: 13 Junho 1974 para 07 Julho 1974
·         Final: 07 Julho 1974
·         Jogos: 38
·         Golos: 97 (média 2.6 por partida)
·         Assistência: 1822834 (média 47969)
§  Campeão: Alemanha Ocidental
§  Vice-campeão: Holanda
§  Terceiro: Polónia
§  Quarto: Brasil
§  Melhor marcador: Grzegorz LATO (POL)
§  Prémio de Melhor Jogador Jovem: Wladyslaw ZMUDA (POL)
RESUMO
A Copa do Mundo da FIFA 1974 foi marcada pelo futebol total e serviu de vitrina para o talento magistral de Johan Cruyff e Franz Beckenbauer que assumiram os holofotes na ausência de Pelé e lideraram a Holanda e a Alemanha respectivamente à final em Munique no dia 7 de Julho de 1974. Assim como acontecera contra a surpreendente selecção húngara de Ferenc Puskás vinte anos antes foi a Alemanha Ocidental que saiu de campo triunfante após virar a partida para chegar ao segundo título mundial superando os grandes favoritos.
A final começou em grande estilo a Holanda que havia marcado 14 golos e sofrido apenas um nos seis jogos anteriores partiu para o ataque antes mesmo que os alemães pudessem encostar na bola. Cruyff o génio indomável da camisa 14 saiu com a bola dominada do círculo central e só foi parado por Uli Hoeness dentro da área com pouco mais de um minuto de jogo Johan Neeskens fez o primeiro golo de penálti em uma final da Copa do Mundo da FIFA.
Os holandeses pareciam brincar em campo mas os alemães estavam com o orgulho ferido e conseguiram o empate aos 25 minutos Bernd Hölzenbein foi derrubado por Wim Jansen na área e Paul Breitner converteu o segundo pênalti do jogo com Berti Vogts marcando Cruyff, Gerd Müller ganhador da bota de Ouro quatro anos antes garantiu que o nome da Alemanha Ocidental fosse o primeiro a ser gravado no novo troféu da Copa do Mundo da FIFA aos dois minutos do segundo tempo Müller recebeu um cruzamento de Rainer Bonhof e chutou rasteiro contra o golo de Jan Jongbloed.
A estátua de ouro maciço que Franz Beckenbauer capitão da Alemanha Ocidental ergueu no lugar da taça Jules Rimet (o Brasil conquistara a posse definitiva do troféu com o tricampeonato em 1970) não era a única novidade da Alemanha 1974, a FIFA tinha um novo presidente: o brasileiro João Havelange que assumira no lugar do inglês Sir Stanley Rous, além disso a competição sofreu uma mudança de formato passando a contar com uma segunda fase de grupos no lugar do tradicional mata-mata das fases de quartas-de-final e semifinal. Foram formados dois grupos de quatro equipas com os primeiros de cada um classificando-se para a final e os segundos colocados disputando o terceiro lugar.
Alemanha Oriental supera vizinhos 
A Inglaterra e a Rússia foram ausências sentidas na Alemanha 1974 pela primeira vez na história os ingleses não conseguiram se classificar enquanto os russos se recusaram a viajar para disputar uma repescagem no Chile por razões políticas. Das estreantes a Alemanha Oriental foi a que causou maior impacto derrotando os vizinhos ocidentais por 1 a 0 em Hamburgo na primeira rodada o golo de Jürgen Sparwasser aos 32 minutos do segundo tempo classificou a Alemanha Oriental em primeiro no grupo à frente dos anfitriões comandados por Helmut Schön.

O Zaire primeiro país da África Subsaariana a chegar à competição mundial protagonizou um dos momentos mais divertidos quando na partida contra o Brasil o Ilunga Mwepu deixou a barreira e chutou a bola para longe antes que ela fosse posta em jogo. Já o Haiti que havia aproveitado a vantagem de disputar em casa a fase final das eliminatórias da América do Norte, América Central e Caribe surpreendeu na partida de estreia ao abrir o placar contra a Itália mas acabou sendo derrotado por 3 a 1. Foi a primeira de três derrotas do seleccionado que ficou ainda mais enfraquecido depois da perda de Ernst Jean-Joseph flagrado no exame antidoping. 
A Alemanha Ocidental teve um começo turbulento enfrentando inclusive conflitos internos em relação a prémios em dinheiro as exibições na primeira fase foram pouco convincentes e os jogadores chegaram a ser vaiados pela própria torcida durante a vitória por 3 a 0 sobre a Austrália. A derrota para a Alemanha Oriental no entanto acabou sendo positiva para os campeões europeus que evitaram confrontos com Holanda, Argentina e Brasil. Na segunda fase os anfitriões derrotaram Jugoslávia e Suécia e foram para a partida decisiva contra a Polónia em um relvado encharcado em Frankfurt, Müller marcou o único golo do confronto diante dos poloneses mas as defesas de Sepp Maier foram igualmente decisivas contra a maior surpresa da competição.
Lato ganha Chuteira de Ouro
A Polónia já havia deixado muita gente de queixo caído ao acabar com as chances de classificação da Inglaterra nas eliminatórias mas durante a Copa do Mundo da FIFA o seleccionado atingiu um nível ainda mais alto com a energia de Kazimierz Deyna na meia-cancha e a pontaria afiada de Grzegorz Lato (artilheiro da competição com sete golos) e Andrzej Szarmach (autor de cinco golos), a selecção polonesa venceu a Argentina e a Itália na primeira fase e depois superou a Suécia e a Jugoslávia. Na decisão do terceiro lugar, derrotou o Brasil.

Apenas uma sombra da equipe campeã no México a selecção brasileira se classificou à segunda fase superando a Escócia (ironicamente o único país a ter terminado a competição invicto) no saldo de golos e apesar da vitória sobre a Argentina no primeiro encontro entre os dois países na história da Copa do Mundo da FIFA ficou fora da final ao ser derrotada pela Holanda por 2 a 0 com golos de Neeskens e Cruyff.
A Laranja Mecânica disputava a Copa do Mundo da FIFA pela primeira vez desde 1938 mas após derrotar a Argentina por 4 a 0 já era considerada favorita ao título com o cérebro do técnico Rinus Michels e a genialidade de Cruyff que juntos já haviam levado o Ajax a muitos títulos antes de se transferirem para o Barcelona a selecção holandesa teria sido uma campeã respeitável mas a Alemanha Ocidental tinha o seu próprio génio em Beckenbauer o homem que revolucionou o papel do libero no fim a capacidade de superação dos alemães falou mais alto.
CURIOSIDADES
Pela primeira vez a final da Copa do Mundo da FIFA não foi realizada na capital do país-sede O Olympiastadion na cidade de Munique foi o palco do confronto entre Alemanha Ocidental e Holanda;
O confronto entre Polónia e Alemanha Ocidental só foi realizado depois que os bombeiros de Frankfurt retiraram toda a água que impedia o uso do encharcado relvado do Waldstadion;
Sete holandeses que saíram jogando a partida contra a Argentina pela segunda fase viriam a ser escalados para iniciar a final em 1978 diante do país anfitrião. Em compensação os alvicelestes não repetiram nenhum titular entre os dois jogos;
A Escócia foi a única selecção a não perder nenhuma partida na Alemanha 1974 nenhum outro país na história da Copa do Mundo da FIFA conseguiu vencer um jogo permanecer invicto e ainda assim ser eliminado na primeira fase;
Enquanto o Brasil ainda se preparava para uma cobrança de falta da intermediária no jogo contra o Zaire o confuso Mwepu Ilunga saiu correndo da barreira para dar um chutão na bola.